Telefone: (11) 5524-1319 ou (11) 5548-9757

Medidas anunciadas em 25 de junho, pelo Governo Federal estabelecem o aumento da quantidade de especialistas para acabar com o déficit da residência em relação ao número de formados em medicina. A previsão é que sejam criadas 12 mil vagas até 2017 (4 mil até 2015), o que possibilitaria que todo o médico formado no Brasil tenha acesso a uma vaga na residência. Atualmente, há apenas 11.468 vagas de residência para 15 mil formandos. De acordo com o projeto, Cirurgiões-Dentistas e enfermeiros também serão contemplados com incentivos do Ministério da Saúde. Até 2015 serão abertas mil novas vagas de residência multiprofissional, direcionada para todas as áreas da saúde.

Além disso, será lançado em julho, o edital do Programa de Valorização do Profissional da Atenção Básica (Provab) voltado para enfermeiros e Cirurgiões-Dentistas, que devem atuar em municípios onde já trabalham médicos do Provab. Serão abertas 500 vagas para Cirurgiões-Dentistas que, além de bolsa, terão acesso a um curso à distância de especialização com foco na Atenção Básica com duração de 12 meses. Os profissionais serão alocados no Programa Brasil Sorridente, em municípios com população rural e pobreza intermediária ou elevada.

Fonte: APCD Central