Telefone: (11) 5524-1319 ou (11) 5548-9757

Entre os dias 3 e 26 de junho, pessoas sem acesso a planos de saúde poderão ser examinadas por especialistas no diagnóstico do câncer de boca, uma campanha promovida pela EAP APCD. Trata-se de uma iniciativa pioneira, que se diferencia das campanhas de prevenção contra o câncer de boca, pois quem tiver o diagnóstico de câncer confirmado será encaminhado para tratamento no Instituto do Câncer Arnaldo Vieira de Carvalho (ICAVC).

A campanha oferecerá diagnóstico e encaminhamento gratuito, antecipando o tratamento e melhorando o prognóstico do paciente. Os casos suspeitos serão submetidos à biopsia para confirmação no Laboratório Plínio Santos e, no máximo, em 72 horas, os resultados estarão disponíveis.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), o tumor de cabeça e pescoço tem alta incidência em várias regiões do mundo, inclusive no Brasil, e atinge principalmente indivíduos do sexo masculino com mais de 50 anos, em especial os com hábitos de fumar e ingerir bebidas alcoólicas – que tem um risco 30 vezes maior de desenvolver esse tipo de câncer. Entre os principais fatores de risco para o câncer na cavidade oral estão o tabagismo, o etilismo e as infecções pelo HPV.

O diretor da EAP APCD, Artur Cerri, afirma que apesar dos avanços técnico- científicos que facilitam o diagnóstico de diversas doenças, os tumores malignos, de uma maneira geral, vêm aumentando em todo o Brasil. “Parte desse crescimento está relacionado ao acesso precário da população aos serviços públicos de saúde e a demora na elaboração do diagnóstico. O câncer de boca ocupa lugar de destaque entre as neoplasias mais prevalentes, e está entre as dez primeiras colocações. Em algumas regiões, chega a ocupar as cinco primeiras colocações.”

Ele também destaca que a demora para o diagnóstico do câncer de boca nos serviços públicos oscila, geralmente, entre seis e oito meses. O resultado de uma biópsia pode demorar mais de 30 dias. “A agilidade do diagnóstico precoce durante a campanha e o tratamento será possível graças à parceria firmada entre a EAP APCD, o ICAVC e o Laboratório de Anatomia Patológica Plínio Santos. É importante ressaltar que os pacientes que não tiverem suspeita clínica da neoplasia serão dispensados, uma vez que a campanha é direcionada ao diagnóstico do câncer de boca.

O presidente da APCD, Adriano Forghieri, ressalta que é um privilégio para a entidade realizar uma campanha pioneira como essa e cumprir seu papel social junto à comunidade, colaborando com o diagnóstico precoce do câncer de boca que vem aumentando anualmente e que, infelizmente, é diagnosticado em estágios comprometedores. “Um dos aspectos importantes dessa campanha é que ela está voltada à população mais necessitada e sem nenhum ônus aos pacientes. Esse é o primeiro passo! Esperamos no futuro ampliar essa campanha para outras regiões e, assim, fazer o atendimento odontológico chegar a outras cidades do Estado.”

Serviço 

Os interessados deverão agendar consulta pelo telefone (11) 2223-2503, das 9h às 12h. Os atendimentos serão realizados às segundas e quartas-feiras, das 9h às 13h, no período de 03 a 26 de junho, na clínica da Escola de Aperfeiçoamento Profissional da APCD, localizada na Rua Voluntários da Pátria, 547, Santana (em frente ao terminal Tiête do metrô).

O agendamento deve ser feito pelo telefone, após isso, o paciente será atendido por uma assistente social.

A campanha abrangerá também a prevenção do Câncer de Boca com divulgação de fôlderes ilustrativos estimulando a realização do auto-exame na detecção de lesões suspeitas.

Fonte: Redação APCD – Central