Telefone: (11) 5524-1319 ou (11) 5548-9757

Em rotina de visitas na região da Zona Norte da capital, a equipe de fiscalização do Conselho regional de Odontologia (CROSP) verificou em 24.09, outro caso de exercício ilegal da profissão. Desta vez, a ocorrência foi em um consultório odontológico da região.

Durante a visita, os fiscais pediram a inscrição da suposta cirurgiã-dentista do local que, alegou não possuir o documento, por ser formada na Bolívia e não ter passado pelo processo de revalidação do diploma. Na sala de espera uma paciente confirmou que vinha sendo atendida pela profissional.

Diante desta informação, a Polícia Militar foi acionada e os envolvidos encaminhados para o 39º Departamento Policial para esclarecimento dos fatos e registro do boletim de ocorrência.

Este é o segundo caso de exercício ilegal da profissão somente nesta semana. Além dos flagrantes através das visitas de rotina, um outro meio importante para identificar ocorrências como esta é por meio de denuncias. No link http://www.crosp.org.br/denuncias.html estão todas as informações para contato com o CROSP.

Fonte: CROSP